Pesquisas em artigos acadêmicos e entrevistas com profissionais de saúde indicam um crescimento assustador no número de casos de Aids entre adolescentes de 18 a 24 anos. Após esta análise, foi criada uma exposição fotográfica baseada na estética do nu artístico, com modelos homossexuais, heterossexuais, soropositivos e negativos. A exposição ocorre dentro de uma estrutura de vidro reflexivo, com o intuito de causar uma reflexão sobre a formação de estereótipos. A mostra tem objetivo de reverter o preconceito por meio da informação, bem como alertar para a relutância entre os jovens em buscar ajuda especializada quando infectados. Ressalta ainda o fato de grande parte da população ainda acreditar que o uso de preservativos está ligado somente à prevenção da gravidez, esquecendo-se das doenças sexualmente transmissíveis. A abertura da exposição ocorre na sexta-feira (6), às 19h. Visitação no Museu da Imagem e do Som de Santos até o dia 6 de novembro, de segunda e sexta-feira, das 14h às 20h. Miss. Piso térreo do Centro de Cultura Patrícia Galvão. Av. Sen. Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias. Gratuito.

Divirta-se: Para conferir toda a programação da Secretaria de Cultura clique aqui