Origem do crochê – Um pouco de história

Quando as freiras faziam crochê, elas faziam laços muito complexos com
materiais muito finos, como toalhas de mesa. Era considerado valioso e algo
encontrado nas igrejas como parte da decoração. Dizem que só as freiras
sabiam fazer crochê e eram consideradas parte de seu trabalho.
Uma vez que o crochê chegou à Europa, sabemos que em 1700 e era conhecido
como ” tambouring “, da palavra francesa para tambor. Tamboring tem uma forte
semelhança com bordados mas com pontos de crochê. Para trabalhar em um
estilo de tambor, você pega um tecido de fundo e o estica em uma moldura e
mantém o fio de trabalho embaixo desse tecido.
https://www.gazetadopovo.com.br/pino/feito-por-aqui/marca-curitibana-traz-pecas-de-decoracao-em-croche-tunisiano/
Uma agulha muito fina com um
gancho é inserida no tecido e um laço da linha, também muito fina, é então
puxado. Mantendo o laço no gancho, o gancho é então inserido um pouco mais
para baixo no tecido, e outro laço de linha é puxado e trabalhado através desse
primeiro laço para formar um ponto de corrente.
No final do século XVIII, o crochê de tambor evoluiu para um estilo em que o
tecido de fundo não era mais necessário e a costura era trabalhada por conta
própria. Ainda usando o gancho estilo pandeiro, ficou conhecido como, segundo
os franceses, “crochê no ar”.

Leave a Reply

Your email address will not be published.