Com o objetivo de discutir temas como o racismo infantil e a situação dos refugiados que vivem no Brasil. os jovens das Oficinas Querô produzem o curta-metragem ‘ANA’. Para custear os gastos da pré-produção, o grupo realiza até o dia 7 de agosto, campanha de financiamento coletivo por meio do site clique aqui. Os valores podem ser pagos no cartão de crédito, parcelados em até seis vezes, ou à vista no boleto.

O dinheiro arrecadado será usado para custear os gastos com transporte, pesquisa de elenco e arte, além de possíveis contratações de profissionais da área. Entre as recompensas para quem contribuir estão um par de convites para estreia da produção, fotos e cartaz do filme para download, além de cursos de cinema do Instituto de Cinema de São Paulo (www.institutodecinema.com.br), com quase R$ 1 mil de desconto.

Também há benefícios para empresas e instituições que colaborarem, como realização de sessão especial do filme com bate-papo ou oficinas de cinema ministradas pela equipe de jovens educadores do Instituto Querô.

Outras informações pelos sites www.fb.com/institutoquero, www.instagram.com.br/institutoquero ou no  www.institutoquero.org.

O filme
Com duas protagonistas negras, o curta, que tem roteiro de Nicolle Ferreira e Isabella Rosa, e direção de Vitória Felipe dos Santos, todas com 18 anos de idade e capacitadas nas Oficinas Querô, dá representatividade à mulher, levanta questões como racismo e discute a autoestima.

Paralelo ao racismo, o filme também conta a história de Jeannette, uma professora refugiada do Congo que trabalha como faxineira na escola de Ana. Mesmo não falando português e com dificuldades de adaptação, decide ajudar a menina na valorização de suas características.

Divirta-se: Para conferir toda a programação da Secretaria de Cultura clique aqui