Nova Estrutura Organizacional

O atual sistema de departamentos e faculdades não é sistêmico e certamente
não é propício ao trabalho interdisciplinar. É necessário desenvolver uma nova
estrutura e, com ela, percursos de carreira adequados e uma estrutura de
promoção. Esta é a mudança mais difícil de fazer, pois a estrutura atual está
profundamente arraigada nas mentes e nos corações. As pessoas até
questionam se é possível outra forma de organizar uma universidade. Aqui, a
universidade pode aprender com a indústria, que enfrenta desafios
organizacionais semelhantes. O movimento na Indústria é em direção a
pequenos grupos autônomos que são flexíveis, ágeis e intercambiáveis. Há uma
forte ênfase na qualidade, mas o ônus é colocado no indivíduo e não no

processo. Os japoneses desenvolveram o sistema “kaizen” que significa “auto-
aperfeiçoamento”. Existem algumas universidades britânicas que estão

experimentando o que o termo “The Lean University” (Robinson e Yorkstone,
2014 e 2016) propõe. Esses processos estão em fase experimental, mas isso
não diminui a necessidade de tais mudanças. As descobertas e discussões
sugerem um papel diferente na sociedade moderna.
Encontrar a melhor faculdade de enfermagem
A universidade será vista como um meio para criar uma rede social de amigos e
colegas, para gerar respeito, autoestima, autoeficácia a partir de fazer algo que
se gosta, um sentimento de ser necessário e um sentido para a vida em fazer
parte de algo maior do que si mesmo. Este é um retorno ao papel tradicional
desenvolvido a partir do modelo grego. Algumas mudanças substanciais na
estrutura da universidade também são sugeridas. À primeira vista, as sugestões
podem parecer impraticáveis e irreais. Haveria grandes implicações financeiras.
Na sociedade atual, isso é verdade, mas os autores acreditam que a própria
sociedade passará por mudanças radicais nas próximas décadas e, portanto,
soluções radicais são necessárias e serão impostas às universidades. A questão
é se as universidades modernas devem ser proativas e ou reativas em sua
resposta e o jornal oferece uma plataforma de debate para estimular discussões
e respostas a esta questão.

Leave a Reply

Your email address will not be published.