Santos é o maior polo gerador de empregos da Baixada Santista, com 30.000 estabelecimentos e 180.292 empregos formais.

A construção civil registrou o maior crescimento dos últimos 10 anos, totalizando 9.395 empregos diretos com carteira assinada registrados no Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) do Ministério do Trabalho e Emprego, com destaque ao segmento de prestação de serviços, com 128.525 mil empregos formais diretos, equivalentes a 71% do estoque registrado na cidade, em janeiro de 2014.

O segmento de serviços representa quase 70% dos empregos totais da Baixada Santista.

Educação e mão de obra Qualificada:

  • 30 mil alunos no ensino fundamental
  • 8ª maior rede pública de ensino do Estado (Aequs, 2011)
  • 23% dos santistas têm formação de ensino superior, a média nacional é de 8,31%, a estadual é de 11,6%
  • 2 escolas técnicas em funcionamento, previsão de mais em 2015
  • Polo Universitário com 11 entidades de ensino superior