Aqui nasceu o tamboréu. Aqui despontou o rei do futebol.

Santos tem uma vocação natural para os esportes. Com uma extensa faixa de areia nos sete quilômetros de praia, a cidade foi palco da criação de um esporte genuinamente nacional: o tamboréu. Um grupo de amigos inventou a modalidade que se assemelha ao tênis, mas com a utilização de espécies de pandeiros de madeira, em 1937. Eles começaram a prática desse esporte de forma livre, sem quadra ou rede, apenas jogando a bola um para o outro.

Mas a praia é, enfim, um campo aberto para todo tipo de prática, desde o futevôlei até a paixão brasileira, o futebol. Aliás, o Santos Futebol Clube é outro (e um dos principais) ícone da cidade que reforça sua vocação. O time centenário se destacou principalmente nos anos 50, 60 e 70 com talentos como Pelé – o atleta do século, Garrincha e Pepe e ganhou fama ao redor do planeta conquistando duas vezes o título de campeão do mundo.

A cidade continua lançando atletas, como os recentes Neymar e Ganso. Em outras áreas esportivas, como o judô, Santos é representada pelos medalhistas olímpicos Rogério Sampaio e Danielle Zangrando, entre outros.

O Município conta com vários centros esportivos públicos e privados, campos de futebol, pistas de atletismo, piscinas, estádios, ginásios, quadras simples e poliesportivas e, é claro, a orla da praia, que funciona como uma academia ao ar livre e local da prática de atividades como o triathlon, canoagem, surf e stand up.

Santos é palco de provas de pedestrianismo de destaque nacional e, mais recentemente, do downhill, disputa de montain bikes realizada anualmente nas escadas do Monte Serrat.