Concebido por Amanda Lyra, monólogo é uma adaptação do conto “No Quarto Dezenove” da escritora britânica Doris Lessing

Sexta, dia 8/12, às 20h, Sesc Santos recebe o espetáculo Quarto 19, uma adaptação do conto No Quarto Dezenove (To Room Nineteen) da escritora britânica Doris Lessing (Prêmio Nobel da Literatura em 2007). O monólogo concebido por Amanda Lyra, que atua e também traduziu o conto, tem direção de Leonardo Moreira.

A peça narra o caminho de uma mulher à procura de sua identidade. As questões abordadas pelo texto e pela encenação de Quarto 19 dizem respeito principalmente às mulheres, mas não só a elas. Nesse conto, Lessing aborda com simplicidade e força alguns de seus temas mais persistentes, como o cabo de força entre o desejo humano e os imperativos do amor, da traição e da ideologia, as tensões entre o doméstico e a liberdade, a responsabilidade e a independência.

Os efeitos do casamento, a fragmentação da identidade feminina, a extenuante busca por um sentido aos papeis impostos socialmente e a tensão entre o eu social e o eu marginal são explorados no conto de Doris Lessing, e também nesta montagem.

A construção da identidade, o trabalho para estabelecê-la, defini-la e refiná-la talvez seja o fio que sustenta o conto e, portanto, o monólogo “O Quarto 19”.

“Ela está consciente de que é prisioneira de alguma coisa maior e, em seu discernimento embotado, passa a acreditar que está doente. No entanto, vemos que o mal que a aflige está no âmago da sociedade, e não em algum lugar escondido das anomalias individuais. A personagem vive assim a luta silenciosa de muitas outras mulheres”, conta Amanda Lyra.

A protagonista representa a imagem socializada da mulher oprimida pelas necessidades do homem e da família. Assim, o espetáculo espelha a mesma procura de outras mulheres na vida real. É uma luta, onde o desejo de autenticidade se vê barrado por modelos culturais. As manifestações políticas dos últimos anos e o fortalecimento do feminismo e  dos direitos da mulher têm demonstrado que essas questões, ainda que trabalhadas em uma obra publicada nos anos 1970, continuam importantes para muitas pessoas no Brasil e no mundo.

SINOPSE

A história de uma mulher de classe média casada e com quatro filhos que se vê despersonalizada pelo casamento burguês, pela maternidade e pela fragmentação de sua identidade feminina. A personagem do conto está consciente de que é prisioneira de alguma coisa maior e, em seu discernimento embotado, passa a acreditar que está doente. Mas o mal que a aflige está no âmago da sociedade, e não em algum lugar escondido das anomalias individuais.

A personagem vive assim a luta silenciosa de muitas outras mulheres. É uma luta gigante, em que o desejo de autenticidade se vê barrado por princípios e modelos culturais. Ela representa a imagem socializada da mulher oprimida e subjugada pelas necessidades do homem e da família. O espetáculo é um monólogo construído a partir do conto No Quarto Dezenove (To Room Nineteen), da escritora britânica Doris Lessing, prêmio Nobel de Literatura em 2007. Direção: Leonardo Moreira.  Atuação: Amanda Lyra

Teaser: https://vimeo.com/221136655

Serviço:

Espetáculo
Quarto 19
Teatro.
Não recomendado para menores de 18.
R$ 20,00. R$ 10,00 (meia). R$ 6,00 (credencial plena).
08/12. Sexta, às 20h
Limite de 6 ingressos por pessoa.

Ficha Técnica:

Concepção e Atuação: Amanda Lyra.
Direção: Leonardo Moreira.
Preparação Corporal: Tarina Quelho.
Iluminação e cenografia: Marisa Bentivegna.
Fotos: Cris Lyra.
Tradução: Amanda Lyra.
Produção: Aura Cunha | Elephante Produções Artísticas

Local: Sesc Santos.: Rua: Conselheiro Ribas, 136 – Aparecida. Tel: 3278-9800